fbpx

Vandalismo prejudica mais de 19 mil passageiros no primeiro dia útil do ano

A depredação de articulados nos corredores do BRT afetou a vida de mais de 19 mil passageiros nesta quinta-feira, o primeiro dia útil de 2020. Da noite do dia 31 de dezembro até a manhã do dia 2 de janeiro, 16 veículos foram vandalizados. Os veículos tiveram vidros das janelas e portas quebrados, portas destruídas, alçapões arrancados e lataria amassada ao longo dos corredores Transoeste e Transcarioca. Felizmente sem feridos, as ações criminosas deixaram todo o sistema com intervalos irregulares.

O vandalismo acarreta a retirada dos veículos de operação para manutenção, o que prejudica os passageiros do dia a dia. Uma porta quebrada pode tirar um ônibus de circulação por um dia, se for um vidro quebrado, por exemplo, ou até cinco dias, se for afetado o mecanismo. Se a gente levar em consideração que um articulado carrega em média 180 pessoas e faz também em média 7 viagens por dia, são mais de 1.200 pessoas que vão lotar outros ônibus, a cada dia que esse articulado estiver na garagem em manutenção.

Como foram 16 articulados vandalizados, cerca de 19.200 passageiros serão afetados por dia até que os veículos sejam consertados.

Compartilhe em
suas Redes Sociais: