fbpx

Passageiras mudam o visual em ação do BRT no Outubro Rosa no Terminal de Madureira

O Consórcio BRT levou uma ação em prol do empoderamento feminino para o Terminal Paulo da Portela, em Madureira, como parte da sua programação do Outubro Rosa. Em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, foram oferecidas oficinas gratuitas de turbantes e tranças nagô. Tanto as passageiras quanto as colaboradoras do BRT mudaram seus looks.

A cuidadora de idosos Ana Lúcia Betzel usou um turbante pela primeira vez e foi para casa muito feliz com o resultado. “A minha madrinha é escritora e faz histórias só com negros. Eu sempre admirei esta cultura e os turbantes, que estão muito presentes nela. Eu queria me ver assim, eu nunca tinha feito antes. Achei fantástico”, comemorou.

Para a dinamizadora do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) de Rocha Miranda, Marizete Ferreira, esta ação não só promoveu a autoestima das mulheres como também ajudou a disseminar mais conhecimento sobre a cultura negra. “É importante que ações como esta aconteçam aqui em Madureira para multiplicar o conhecimento sobre o empoderamento feminino sem esquecer a nossa matriz africana”, disse. Ainda participaram da ação integrantes da Casa da Mulher Carioca Tia Doca e da Casa da Mulher Carioca Dinah Coutinho.

Até a próxima quinta-feira, dia 31, todos os passageiros que passarem pelo terminal de Madureira poderão também conferir a exposição “A mulher e o câncer de mama no Brasil”. Feita pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), a mostra, adaptada pelo BRT, enfatiza a importância do autocuidado e destaca os tipos de tratamento que existem atualmente.

Além disso, estamos com uma caixa no local para quem quiser doar lenços, bandanas e chapéus. Os itens arrecadados serão encaminhados pelo Consórcio BRT para o Instituto Vamos Viver, que apoia mulheres que enfrentaram o câncer ou que ainda passam pelo tratamento da doença.

Compartilhe em
suas Redes Sociais: