fbpx

BRT: final de semana é marcado por atos de vandalismo e desrespeito às leis de trânsito

O fim de semana foi marcado por episódios de vandalismo e acidentes no sistema do BRT Rio. Dois articulados foram depredados, sete estações foram vandalizadas e ocorreram dois acidentes causados por motocicletas. O desrespeito às leis de trânsito e a ação de criminosos afetam diretamente o dia a dia dos passageiros.

Na madrugada de sábado, dia 16, bandidos forçaram a bilheteria e furtaram equipamentos das estações Ilha Pura e Centro Metropolitano. Também foi registrado furto de material na estação Recreio Shopping. Ainda no sábado, à noite, dois articulados foram vandalizados na altura da estação Mato Alto, no corredor Transoeste. Felizmente, não houve feridos. O vandalismo acarreta a retirada dos articulados de operação para manutenção e os principais prejudicados são os passageiros. Janelas e portas quebradas podem tirar um ônibus de circulação por até cinco dias.

No domingo, dia 17, validadores de catraca da estação Curicica foram depredados. Esta é uma das estações reformadas nos últimos meses pelo BRT Rio com o objetivo de prestar um serviço com mais conforto e segurança aos passageiros. Na madrugada desta segunda-feira, 18, foram registrados furtos de fiação nas estações Vila Sapê, Asa Branca e Santa Efigênia.

 

O fim de semana também registrou acidentes por invasão à pista exclusiva do BRT, ambos provocados por motociclistas, um na estação Mato Alto e outro na estação Dom Bosco, os dois no sentido Santa Cruz. O BRT Rio ressalta que faz campanhas permanentes em suas redes sociais para os cuidados que motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres devem ter em relação à calha do BRT. No entanto, infelizmente algumas pessoas desobedecem às leis e invadem a pista exclusiva de forma indevida e imprudente. E considera que somente com uma fiscalização mais rígida das autoridades será possível minimizar esse tipo de ocorrência.

Compartilhe em
suas Redes Sociais: