fbpx

BRT é opção de transporte para passageiros que querem curtir carnaval carioca

Estações e terminais do BRT com nomes que celebram figuras marcantes do samba deixam passageiros próximos de redutos históricos do ritmo e outros espaços culturais com programação carnavalesca

Ao longo dos seus 39 quilômetros de extensão, o corredor Transcarioca do BRT homenageia um ritmo que faz parte da identidade cultural do carioca e da cidade do Rio de Janeiro: o samba. Terminais e estações do apelidado “Corredor do Samba” levam o nome de bambas e são paradas obrigatórias para quem quer curtir ensaios e desfiles de escola de samba, feijoadas e pular nos blocos de rua no carnaval e nos dias que antecedem a folia.

O transporte público é a melhor opção para curtir o carnaval com mais segurança e chegar com rapidez à festa.  Quem quiser aproveitar a programação carnavalesca (blocos de rua, ensaios e feijoadas em escolas de samba) nas zonas Norte e Oeste pode usar o BRT e desembarcar nos terminais Paulo da Portela (Madureira) e Aroldo Melodia (Fundão), além das Estações Manaceia, Tanque, Campinho, Cardoso de Moraes e Olaria.

O público que prefere aproveitar a folia nos tradicionais blocos de rua em outras partes da cidade também pode usar o BRT. No corredor Transoeste, chegando ao Terminal Jardim Oceânico, os passageiros podem pegar o metrô para brincar nos blocos da Zona Sul, Tijuca e Centro e assistir às escolas de samba, no Sambódromo. No outro extremo do corredor, os foliões chegam a Acadêmicos de Santa Cruz.

Confira as paradinhas do samba e programe-se. É só baixar esse PDF com o mapa e todas as informações.

Compartilhe em
suas Redes Sociais: