Home > Notícia

Notícia

Foto da notícia

BRT aumenta oferta de ônibus, e quebras diminuem

Rio de Janeiro, 12 de Junho de 2019.

A média diária de veículos em operação nos três corredores do BRT subiu em maio, pela primeira vez desde dezembro do ano passado. A elevação foi de sete ônibus por dia, de 235 em abril para 242 em maio. A tendência de melhora se manteve nos primeiros dias de junho. Ontem, terça-feira, 11 de junho, o BRT registrou o maior número de veículos em operação desde janeiro: 263 foram disponibilizados pelas empresas para circular nos três corredores.


A inversão da tendência de queda é resultado direto da redução de ônibus danificados. Este número vinha subindo desde julho de 2018, quando 35 ônibus iam para a manutenção por dia, sendo 13,2% da frota em circulação. Quando a equipe de Intervenção começou a trabalhar na operação do BRT, a média tinha dobrado: 65 ônibus quebrados por dia em fevereiro, 26,4% da frota circulante. Em março foram 66, mas em abril o número de quebrados começou a cair: 58 ônibus (24,7%). A tendência de queda confirmou-se em maio: 49 ônibus por dia em manutenção, representando 20,2% da frota.


O número de ônibus ainda está abaixo dos 320 veículos em operação diária, a quantidade considerada pela Diretoria de Operações como ideal para garantir um serviço de qualidade, considerando a demanda atual. Mas, segundo o interventor no BRT, Luiz Alfredo Salomão, é o início do resultado do trabalho de recuperação da racionalidade do sistema. “Vamos continuar atuando com gestão equilibrada e impessoal. Contamos com a compreensão das empresas sobre a importância de melhorar a qualidade do serviço à população”, disse Salomão.  


O diretor de Operações do BRT, André Ormond, ressalta o esforço concentrado para interromper a queda iniciada em agosto de 2017, quando 320 ônibus circulavam por dia. “É resultado da reorganização operacional e de esforço em colaboração com as empresas para acelerar o retorno de veículos em manutenção nas garagens para a operação”, disse o diretor.


Outro resultado operacional é de ajustes na distribuição de ônibus para a Transoeste e os demais corredores - Transcarioca e Transolímpica -, equilibrando a relação oferta de ônibus/demanda de passageiros nos horários de pico. A disponibilidade de ônibus para Transoeste reduziu a incidência de vandalismo, o que ajuda a explicar a interrupção da tendência de queda na oferta de veículos.


Comissão de Intervenção no BRT

COMPARTILHE: Google+