fbpx

Operação do BRT no corredor Transcarioca com desvio em quatro pontos nesta quarta-feira

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en portugués de Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O Consórcio BRT Rio informa que, devido a buracos de grandes dimensões na pista do corredor Transcarioca, o tráfego dos articulados teve que ser desviado em quatro pontos na manhã desta quarta-feira: na altura das estações Capitão Menezes, Curicica, Tanque e Taquara. Por causa desses problemas, os veículos estão momentaneamente deixando a pista exclusiva e passando pela pista comum. Orientadores do nosso apoio viário estão no local para fazer toda a sinalização. O Centro de Operações Rio já foi comunicado sobre os desvios.

É importante ressaltar que, ao deixar a pista exclusiva em determinados trechos, as viagens podem ter impactos que afetam diretamente os passageiros do BRT e os demais motoristas das pistas comuns. Nesse tipo de situação é necessário diminuir a velocidade, os articulados passam a depender do trânsito do local e precisam esperar encontrar a próxima entrada para voltar à pista exclusiva, o que reflete nos intervalos e no planejamento da operação. Além disso, devido ao tamanho dos articulados e às necessidades de manobra, o tráfego na pista dos veículos de passeio e ônibus comuns pode ser afetado.

Lembramos que as condições precárias das pistas, principalmente nos corredores Transoeste e Transcarioca, levaram à degradação precoce da frota e geraram impactos no dia a dia dos passageiros. Veículos que deveriam durar 20 anos, duram apenas 5 no Rio. Buracos, desníveis, depressões afetam diretamente a operação do BRT, causando riscos de acidentes, redução da velocidade operacional, o aumento dos custos de manutenção dos veículos – que tem levado empresas à falência – e a destruição da frota, gerando inclusive superlotação em horários de pico.

Comparte en
tus redes sociales: