fbpx

BRT Rio altera linhas para se adequar à nova demanda de passageiros

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Mudanças entrarão em vigor nesta segunda-feira, dia 11

As medidas restritivas adotadas pelos governos municipal e estadual para prevenir a transmissão do novo coronavírus afetaram diretamente o Sistema de Transporte Coletivo da cidade do Rio de Janeiro. Não foi diferente com o BRT Rio, que registrou redução de cerca de 70% do número de passageiros durante a pandemia.

A queda acentuada da demanda e as mudanças de hábitos da população, por conta dos novos horários estipulados para o funcionamento de serviços essenciais, alteraram os horários de pico do BRT. Na parte da manhã, houve antecipação do movimento. Já no entrepico, ocorreu queda de até 80% no número de usuários. Contribuíram para essa nova realidade o fechamento do comércio, shoppings e escolas, o aumento de home office e a redução de atividades de lazer, entre outros.

Esse conjunto de fatores levou o BRT Rio a reavaliar sua operação, como forma de manter o funcionamento do sistema. Assim, a partir de segunda-feira, dia 11, com o aval da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), implantará algumas mudanças operacionais. Novas linhas começarão a circular. A criação de dois serviços a partir de Mato Alto, no corredor Transoeste, aumentará em 20% a oferta de BRTs na estação, diminuindo o tempo de espera para o embarque. Haverá ainda a redução de intervalos no horário de entrepico nos corredores Transolímpica e Transcarioca. Além disso, a Estação Olof Palme, fechada desde o fim de março, vai reabrir para atender o Hospital de Campanha do Riocentro.

As mudanças se fazem necessárias neste momento para flexibilizar a operação e não deixar de atender os passageiros nos três corredores. Veja as alterações no sistema BRT.

Serão criadas as seguintes linhas:

• 31 – Vicente de Carvalho x Alvorada – Semidireto. Vai operar apenas nos horários de pico. Os intervalos serão menores do que o do serviço 30 (Galeão x Alvorada – Semidireto), que está suspenso;

• 42E – Galeão x Santa Efigênia – Parador. Essa linha só funcionará nos dias úteis e vai atender as estações paradoras entre Galeão e Santa Efigênia;

• 27 – Mato Alto x Salvador Allende – Parador;

• 28 – Mato Alto x Alvorada – Semiexpresso. Será expresso até Salvador Allende e, a partir de lá, fará paradas em todas as estações abertas até o Terminal Alvorada.

(A criação dessas duas últimas linhas, que só vão operar nos dias úteis, aumentará em 20% a oferta de BRTs em Mato Alto, uma das estações de maior movimento no corredor Transoeste, reduzindo desta forma o tempo de espera para o embarque).

 

Linhas que serão suspensas:

• 30 – Galeão x Alvorada – Semidireto;

• 42 – Fundão x Divina Providência – Parador;

• 53 – Sulacap x Alvorada – Expresso (apenas no entrepico, mantendo o funcionamento normal das 4h30 às 9h e das 16h às 23h. Durante o entrepico, haverá maior oferta da linha 51 – Vila Militar x Terminal Recreio – Parador);

• 40 – Madureira x Alvorada – Expresso (apenas no entrepico, mantendo o funcionamento normal das 4h30 às 9h e das 16h às 23h. Durante o entrepico, haverá maior oferta da linha 35 – Madureira x Alvorada – Parador);

• 13 – Mato Alto x Alvorada – Expresso;

• 25 – Mato Alto x Alvorada – Parador.

Estação que será reaberta:

Olof Palme – Esta estação passará a ser atendida, nos dias de semana, também pela linha 41 – Madureira x Recreio – Expresso, que fará paradas ainda nas estações Riocentro e Asa Branca.

 

O BRT Rio está trabalhando em conjunto com a Prefeitura do Rio e já solicitou que seja feito um novo retorno operacional entre as estações Salvador Allende e Gelson Fonseca. A conclusão dessa obra permitirá a criação de um serviço parador Salvador Allende x Alvorada e o retorno da linha 13 – Mato Alto x Alvorada – Expresso nos horários de pico.

Share in
your Networks: