fbpx

BRT leva 120 mil pessoas ao Rock in Rio

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Com pistas exclusivas e embarques que levavam no máximo 2 minutos, o BRT foi o transporte mais rápido e seguro para o público do Rock in Rio no primeiro fim de semana do festival. O tempo médio do percurso entre o Terminal Jardim Oceânico, onde existe a integração com o metrô, e o Terminal Centro Olímpico foi de apenas 20 minutos. Os três serviços especiais carregaram cerca de 120 mil pessoas até a Cidade do Rock em mais de duas mil viagens.

“Ficamos satisfeitos com a operação porque não é fácil ter picos de 10 mil passageiros por hora em apenas um terminal. Graças a experiência de grandes eventos como as olímpiadas, conseguimos fazer o público chegar com rapidez e segurança. Mas sempre podemos melhorar e vamos fazer ajustes, principalmente com a ajuda dos órgãos públicos”, disse o presidente executivo do BRT, Luiz Martins, após reunião na tarde desta segunda-feira com representantes da Prefeitura do Rio.

Na sexta-feira, primeiro dia do evento, uma manifestação ocupou as pistas do Terminal Jardim Oceânico no horário mais crítico do sistema, que soma a volta para casa em um dia útil e a ida de maior parte do público para o festival. Essa manifestação já estava sendo fomentada através de grupos de conversa e redes sociais com intuito de atrapalhar a operação para o evento. E, infelizmente, conseguiu. Como o terminal não contava com a presença de forças de segurança, foi preciso esperar que a Guarda Municipal e a Polícia Militar chegassem para liberar o fluxo de veículos. O caso, organizado para que parecesse um protesto espontâneo por atraso – embora já tivesse sido planejado antecipadamente, foi pontual e não refletiu toda a operação. Tanto que, assim que as faixas foram liberadas, os embarques voltaram aos tempos médios de no máximo 2 minutos. Muitos fãs, preocupados com um possível novo fechamento das pistas, lotaram os primeiros ônibus, mas, aos poucos, e com a presença das forças policiais no local, perceberam que era melhor esperar para seguir viagem com conforto e rapidez. Nesse primeiro dia de viagem, foram transportados mais de 40 mil passageiros.

No sábado, um público estimado de 40 mil pessoas usou o BRT em 671 viagens dos três serviços especiais para o evento. Já no domingo, mais de 35 mil pessoas usaram essas linhas. Tanto no sábado quanto no domingo o público do Rock in Rio conseguiu utilizar o BRT com tranquilidade tanto na ida como na volta. Os intervalos estavam regulares e a média de tempo de embarque chegou a apenas um minuto. A operação voltada os usuários do dia a dia também transcorreu sem problemas. No entanto, assim como na sexta-feira, a presença maciça de ambulantes foi percebida nos terminais e só com a chegada da Guarda Municipal as plataformas puderam ser usadas com maior fluidez pelo público.

Sem os ambulantes o trabalho dos orientadores também ficou mais fácil. Foram cerca de 80 pessoas distribuídas nos principais terminais para tirar dúvidas de última hora e distribuir folders com as principais informações sobre os serviços especiais. Para os próximos dias de festival, serão 100 pessoas destacadas para essa operação.

“Sentimos que muitos ainda estavam com dúvidas sobre a tarifa, que foi divulgada pela prefeitura na manhã do primeiro dia de evento e sobre o uso das pulseiras para a volta. Vamos reforçar essa comunicação para que todos tenham tranquilidade para curtir o festival”, contou Luiz Martins.

Hoje, em reunião no Centro de Operações Rio (COR) com diversos órgãos e secretarias municipais, o presidente executivo do BRT também lembrou a importância do trabalho integrado com as forças de segurança e lembrou que uma nova manifestação vem sendo divulgada novamente pelas redes sociais.

“Precisamos estar atentos a essas articulações e contamos com o bom trabalho da Guarda Municipal, principalmente nos dias úteis. Entendemos que o Rock in Rio é um evento importantíssimo para o calendário carioca, que gera empregos e fomenta o turismo na cidade. Estamos aqui para trabalhar em conjunto pela boa imagem do Rio”, finalizou Luiz Martins.

 

Principais informações sobre a operação especial Rock in Rio:

 

Como chegar?

  • O público poderá pegar as linhas SE 003 (saída Jardim Oceânico) e SE 005 (saída Alvorada) para ir direto à Cidade do Rock, a partir do meio-dia.
  • O embarque para o serviço SE 003 é próximo à saída do metrô.
  • O público que for ao festival de BRT deve manter o cartão RioCard Mais com crédito total de R$15,05 para ida e volta, em cada dia do evento. O ideal é carregar pelo aplicativo do Riocard ou em bilheteria da estação de embarque, antes de chegar ao Parque Olímpico.
  • Na ida, o passageiro parte de qualquer ponto, linha especial ou regular, e paga R$4,05.
  • Quem descer na estação Rio 2 deve pegar a linha 50 até o Terminal Centro Olímpico, pois só lá no terminal, ele vai garantir a pulseira da volta.

A volta para casa 

  • Na volta, serão cobrados R$ 11 (tarifa especial). Antes de entrar no evento, o passageiro já deve comprar a volta em uma das bilheterias. Ele valida o cartão e recebe uma pulseira para a volta.
  • Só com a pulseira o passageiro garante a volta mais rápido de BRT.
  • Quem estiver com a pulseira não precisa comprar bilhete para o retorno nem passar novamente o cartão Riocard Mais no validador.
  • Para a volta, existem 3 linhas especiais: SE 003 (direto para Jardim Oceânico), SE 005 (direto para Alvorada) e SE 004, que sairá do Morro do Outeiro para o Terminal Paulo da Portela (Madureira), a partir de meia-noite.
  • Para acessar a estação Morro do Outeiro, o passageiro deve ir até o Terminal Centro Olímpico e descer a passagem subterrânea. O terminal e a estação são interligados por essa passagem.

Informações gerais

  • A Estação Rio 2 fecha da meia-noite às 5 da manhã nos dias de Rock in Rio. E a Estação Parque Olímpico só fica aberta das 5 da manhã às 11 da manhã.
  • A operação especial do BRT para o Rock in Rio não provoca alterações nas linhas usadas diariamente pelos passageiros. Todas as outras linhas regulares continuarão funcionando normalmente.
  • No Terminal Jardim Oceânico, as linhas regulares estão com área de embarque na plataforma estendida.

Canais de busca

  • www.brt.rio/rockinrio para tirar todas as dúvidas sobre a operação especial do evento
  • www.brt.rio para ter a lista das linhas, estações e horários de todo o sistema BRT

Créditos Foto: Tata Barreto/Divulgação BRT

Share in
your Networks: